domingo, 26 junho 2022
Imagem da Notícia: Curso de Jornalismo da FEF é finalista em Prêmio da Expocom Sudeste 2022

Curso de Jornalismo da FEF é finalista em Prêmio da Expocom Sudeste 2022

 

A revista-laboratório “Atemporal” produzida pelos alunos do sétimo semestre do curso de Jornalismo da Fundação Educacional de Fernandópolis (FEF) foi escolhida como um dos trabalhos finalistas do Prêmio Expocom Sudeste 2022.

Organizado pela Sociedade Brasileira de Ciências da Comunicação, a Expocom premia anualmente, os melhores trabalhos experimentais produzidos nos cursos de graduação das áreas de comunicação. A modalidade de revista-laboratório é uma das categorias da premiação.

A revista “Atemporal” foi produzida pelos alunos para a disciplina de Jornal Laboratório II, na qual os alunos praticam técnicas de apuração, produção gráfica e reportagem por meio da produção de uma revista experimental. Foram produzidas duas edições: a primeira foi disponibilizada online em abril de 2021 e a segunda edição em junho de 2021. Em ambas edições, o conceito principal da revista foi o tempo e as transformações da vida, das crenças, das coisas, com um olhar voltado para o interior. A revista foi pensada para retratar a atemporalidade dos elementos culturais, da história, da cidadania, da convivência e retratar as singularidades do interior.

“Foi um trabalho de fôlego produzido integralmente pelos alunos, desde a escolha das pautas, passando pela produção das reportagens e produção gráfica do material. Mesmo com as dificuldades das aulas remotas, devido à pandemia da covid-19, os alunos entregaram um produto de excelência e que agora concorre ao Prêmio da Expocom”, comentou a orientadora do trabalho, Profa. Ma. Andresa Caroline Lopes de Oliveira.

Segundo a aluna líder do trabalho que exerceu a função de editora chefe da revista-laboratório, Fernanda Cipriano, a seleção do trabalho para a Expocom é uma grande alegria e a legitimação da atividade jornalística. “Quando iniciamos o projeto, a meta maior era a de fazer algo em que a gente sentisse orgulho. O resultado veio da boa vontade e união da nossa equipe somadas com a ideia que é original e autêntica. Sermos vistos, em uma das categorias mais concorridas, representa a dedicação dos nossos esforços e principalmente de nossos deveres como jornalistas, neste caso, de reportar os elementos culturais que representam a história, métodos de convivência e a construção do povo paulista nas cidades do interior."

Participam da Expocom Sudeste universidades públicas e particulares de todos os estados da região sudeste. Em média, cada categoria chega a ter 500 trabalhos inscritos, mas apenas cinco são selecionados. A modalidade de revista-laboratório é uma das mais concorridas, apresentando um alto nível de dificuldade.

A notícia da classificação da revista “Atemporal” foi celebrada pelo coordenador do curso de Jornalismo, Prof. Dr. Marcelo dos Santos Matos. "Tenho um orgulho duplo ao ver uma produção jornalística do curso ser selecionada para uma final tão qualitativa. A primeira é da turma do sétimo período (eram do sexto quando produziram a revista) que enfrentaram as dificuldades da pandemia e das aulas online de frente. A outra felicidade é ver uma egressa, hoje professora, à frente desse projeto. Felicidade infinita. Parabéns aos alunos e a professora Andresa”, comemorou Marcelo.

Agora, é torcer os dedos para que a revista “Atemporal” traga para a FEF o troféu. A premiação será realizada durante o Congresso da Intercom Sudeste que vai acontecer de 26 a 28 de maio, na cidade de Poços de Caldas – Minas Gerais.

Mais Notícias

Faça seu comentário

Seu e-mail não será exibido!



Ir para o topo